Massagem tailandesa: por que fazer?

O que você vai aprender

massagem tailandesa ou massagem tailandesa é considerada parte da medicina tradicional tailandesa. Faz parte das práticas de manipulação típicas da cultura asiática que visam trazer benefícios tanto para o espírito quanto para o corpo.

Massagem tailandesa: o que é

A massagem tradicional tailandesa é uma prática baseada na manipulação do corpo e ligamentos que remonta a 600 anos atrás. Sua técnica é caracterizada pela execução de manipulações de diversos tipos como pressões, alongamentos, alongamentos.

É baseado na crença tipicamente oriental de que o corpo em equilíbrio é atravessado pelo Sen, canais de energia pelos quais a energia humana flui livremente.

Se for criado um bloqueio, a energia deixa de fluir bem e isso leva a um desequilíbrio, que é a causa de vários problemas e doenças.

Dependendo do estilo e da ‘linhagem’ do terapeuta, ele também pode restaurar os fluxos de energia e energizar.

Significado do nome

A massagem tradicional tailandesa é chamada em tailandês de ‘nuad phaen borarn’, que significa literalmente nuad = toque para curar e borarn = antigo ou digno de reverência

As origens da massagem tailandesa

Surge da junção das terapias da medicina tradicional tailandesa com algumas técnicas da medicina ayurvédica e da medicina popular chinesa.

Diz a lenda que derivou do médico pessoal de Buda, Acharya Jivaka, ou Jeevaka Khumarabaccha, que teria elaborado os princípios da massagem com base no conceito de Sen, os meridianos pelos quais flui a força vital, que o bom terapeuta pode sentir.

A massagem foi transmitida com ensinamentos religiosos e praticada nos recintos sagrados dos templos budistas. 

Os monges eram também os guardiães do saber médico da época: daqui nasceu a profunda ligação entre o ensino sagrado, a prática da meditação e a massagem tailandesa.

Os monges budistas podem começar a praticar massagem após muitos anos de estudo e meditação. Seus gestos foram inspirados por um profundo conhecimento do ser humano como um todo, por uma profunda consciência e por uma profunda calma interior que lhes permitiu uma total interpenetração com o corpo e com a energia do paciente; eles trabalharam tanto no corpo físico quanto no corpo energético.

Benefícios da massagem tailandesa: para que serve

Os benefícios mais importantes da antiga massagem tailandesa estão ligados a uma sensação de relaxamento profundo: a pressão exercida nos pés e nas pernas por meio de:

  • a pressão da palma e a acupressão produzem um efeito sedativo profundo
  • desbloqueio dos pontos de tensão do corpo permitindo o livre fluxo da energia vital induzindo homeostase, equilíbrio, harmonia
  • aumento da flexibilidade e da movimentação através de um alongamento muscular suave e profundo que ajuda a reposicionar o sistema musculoesquelético, mantendo o correto alinhamento da postura corporal.

Portanto, é adequado para:

  • fortalecer os órgãos internos e melhorar a circulação sanguínea e linfática, promovendo a drenagem correta de líquidos para aliviar as tensões no músculo e tecido conjuntivo
  • aliviar os sintomas dolorosos em doenças, como dores de cabeça, dores no pescoço, dores nas costas e doenças nas articulações
  • melhorar a mobilidade dos segmentos esqueléticos fortalecer as funções neurológicas, aliviar as condições
    degenerativas associadas ao processo de envelhecimento e ao período da menopausa
  • lutar contra a insônia e o estresse
  • promova a paz interior e o bem-estar mental.
  • Com a massagem tailandesa, as articulações, colocadas em tração de forma fluida e natural, retêm a sua elasticidade: os ossos a capacidade de assimilar o cálcio. Os músculos e tendões se alongam, aumentam sua flexibilidade e ficam mais fortes. 
  • O efeito relaxante de uma massagem tailandesa é muito profundo. O relaxamento das tensões e a correção dos movimentos articulares retarda a produção de adrenalina ao reequilibrar o sistema autônomo. Isso elimina a causa que mais frequentemente causa condições de fadiga física e mental. 
  • Atuando nas linhas de energia e nos pontos reflexos, a massagem tailandesa atua positivamente de forma indireta em muitos órgãos internos e intervém mais diretamente em muitas patologias que afetam o sistema músculo-esquelético: dores musculares, dores nas articulações, deformação da coluna vertebral (lordose, cifose , escoliose), neuralgia, insônia, insuficiência circulatória, celulite. 
  • A ação da massagem tailandesa sobre essas doenças é preventiva e curativa. Em ambos os casos, é necessário que o paciente seja submetido a uma série contínua de tratamentos.

Massagem tailandesa com óleo, uma variação permitida

Conforme explicado acima, a massagem tailandesa sofreu muitas influências ao longo do tempo e existem algumas variações permitidas em relação à prática original; entre estes o tratamento com óleo, depois na pele.

Nesse caso, as 10 linhas de massagem tailandesa, da Sen, entram ainda mais em jogo. Essas linhas, que parecem estar cerca de 2 cm sob a pele, se ramificam pelo corpo como um circuito.

Quando tratada com pressão, toque ou fricção, ocorre a estimulação reflexa dos órgãos internos. A técnica envolve atrito, rolamento, sempre com manipulações muito delicadas.

A massagem com óleo desempenha um papel importante na reoxigenação do tecido conjuntivo. As pressões e fricções atuam profundamente no sistema linfático e circulatório com benefícios evidentes, como a drenagem do excesso de fluidos e ácido lático, com consequente atenuação da inflamação. Também estimula o sistema imunológico e elimina toxinas.

Agende hoje mesmo a sua massagem. Temos profissionais incríveis.

Compartilhe o conteúdo:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Siga nossas redes sociais: